22 de dezembro de 2017

Painel da Saudade 2017

Painel da Saudade 2017. (Montagem: Blog de Quincuncá).
       A medida com que os anos passam, várias pessoas vão nos deixando pelo caminho, é um ciclo que se completa: nascer, crescer, viver e morrer... Na verdade como já diz bem a frase 'nunca morre enquanto permanece vivo no coração de alguém' porque essas pessoas que se foram e tantas outras que aqui não estão neste painel deixaram na nossa memória bons ensinamentos,recordações e principalmente muitas saudades. 
       O Blog de Quincuncá assim presta uma justa homenagem a algumas pessoas que partiram ao longo desse ano de 2017: Maria; Alice, Madalena; José Pequeno, Chica de Orísmida, Loura, e Dona Nêga. Fazemos memória ainda do sr. Vicente Militão e Dona Maria Besouro falecidos nos últimos dias. A todos que descansem em paz! 

15 de dezembro de 2017

Blog de Quincuncá promove a 1ª Exposição da Memória Quincuncaense.

A 1ª Exposição da Memória Quincuncaense, contou um acervo de objetos e fotografias. (Foto: Blog de Quincuncá).

    No dia 12 de dezembro de 2017 (terça-feira), foi realizada na antiga casa do casal Dona Bibiana e seu Barra, a 1ª Exposição da Memória Quincuncaense, que tinha por tema: "Percorrendo os caminhos da memória: fatos e personalidades de Quincuncá", e também numa comemoração antecipada aos 81 anos da elevação da vila de Quincuncá, à categoria de distrito, segundo a lei nº 448 de 20 de dezembro de 1936. 
   O evento foi gratuito e organizado pelo Blog de Quincuncá, contando com um acervo variado de objetos antigos e fotografias que ficaram distribuídos nas paredes por meio de cordões/barbantes na parte interna da casa, esta possui estrutura com parte em alvenaria, e outra em pau-a-pique (taipa).  Alguns destes objetos e fotos foram emprestadas a exposição, sendo que a  maioria dos registros fotográficos foram doados ao Blog de Quincuncá nos seus quase três anos de existência. 
Por volta das 09:00h, a Banda de Música fez a abertura da exposição. (Foto: Blog de Quincuncá).
   Por volta das 09:00h da manhã, a Banda de música municipal Pe. David Moreira fez a abertura da exposição, executando várias músicas e dobrados, dentre elas o dobrado "Saudade da minha terra", além de músicas regionais de Luiz Gonzaga. A cada execução, o Blog de Quincuncá na minha pessoa (Francisco Guilherme), citava algumas personalidades da terra que contribuíram nas diversas áreas, seja elas educacionais, religiosas e políticas. Foi feito também menção as famílias primitivas da comunidade tais como Rodrigues, Pereira, Timóteo, Costa, Leal, Dias, Militão, e etc. Ao final da execução do Hino Nacional Brasileiro pela banda, por volta das 09:40 da manhã,  o secretário de cultura do município, Manoel Nailson Teixeira de Carvalho ressaltou a relevância do evento, e parabenizou ao Blog de Quincuncá pela iniciativa. Ainda na parte da manhã, após a apresentação da Banda de música houve um lanche, que foi ofertado pelas seguintes pessoas: Laurécio, Dorinha, Seu Nelzim e Dona Marina, a quem agradeço!
Alunos e professores apreciaram a 1ª Exposição da Memória Quincuncaense. (Foto: Blog de Quincuncá).
   A exposição durou até as 17:00h do dia 12 de dezembro, sendo durante esse período visitada pelos alunos e professores dos turnos manhã e tarde das escolas, E.E.F Cosmo Alves Pereira e E.E.I. Macário Moreira de Quincuncá, na ocasião várias crianças demonstraram surpresa quanto aos objetos usados de outrora, tais como o baú, e o ferro de passar a brasa, muitos deles tiveram também a oportunidade de tomar água de pote, coisa que nunca haviam experimentado antes. 
Dona Valdenora, ao escutar a voz do saudoso Zé da Viola veio ouvir bem de pertinho. (Foto: Blog de Quincuncá).
     A partir das 12:00h quando voltei do horário de almoço, instalei uma caixa de som com DVD do lado de fora da casa para despertar a atenção dos que passavam pelo centro do distrito, nessas reproduções estavam gravações de cantorias entoadas pelo saudoso José Gonçalves de Alencar (Zé da Viola ou Voz de Sabiá), além de forrós antigos instrumentais, e foi assim, sob esse clima de nostalgia, que foi realizada a 1ª Exposição da Memória Quincuncaense, aos 12 de dezembro do ano de 2017.
   Quero aqui manifestar o meu agradecimento a todos os que ajudaram na realização, à Maria de Cilona que cedeu a casa para a realização do evento,  as mais de 190 pessoas que  visitaram a exposição (segundo o livro de Ata), aos que emprestaram seus objetos, a Banda de Música pela presença, as escolas, professores e diretores que compareceram. Enfim a todos que percorreram suas recordações de infância, a partir das fotografias e objetos expostos. Pra mim, foi um grande prazer, trazer a tona a memória dos nossos antepassados, bem como presenciar o reavivamento de  lembranças de um tempo que se foi, e deixou saudades em muitos, e em outros nem tanto. Se tudo ocorrer conforme esperado, no ano que vem (2018),  hei de organizar outra exposição muito maior ainda, e assim sucessivamente ao longo dos anos. 

Veja nas fotografias e no vídeo abaixo, registros desse dia histórico e nostálgico para a comunidade:


Clique no play e assista ao vídeo sobre a Exposição.
1ª Exposição da Memória Quincuncaense. (Foto: Blog de Quincuncá).
Registro fotográficos: fatos e personalidades (Foto: Blog de Quincuncá).
Alguns objetos antigos que estava em exposição. (Foto: Blog de Quincuncá).
 O corredor da casa ficou repleto de lembrancinhas de falecimento, e era
intitulado "Corredor da Saudade". (Foto: Blog de Quincuncá).
Abertura da Exposição com a Banda de música. (Foto: Blog de Quincuncá).
Muitos olhares para o passado... (Foto: Blog de Quincuncá).
Os antigos moradores da casa onde foi realizada a Exposição, Dona Bibiana e seu Barra,
ao lado do quadro do casal está os sobrinhos dos mesmos. (Foto: Blog de Quincuncá).

O secretário de cultura Nailson parabenizou a Exposição e a iniciativa de realizá-la.
(Foto: Blog de Quincuncá).

Banda de Música Pe. David Moreira, secretário de cultura Nailson e Guilherme.



Muitas pessoas passando pela rua foram atraídas pelo som das cantorias, e
acabaram visitando a exposição, foi o caso de Assis e Toinha. (Foto: B. de Quincuncá).


Recordações... (Foto: Blog de Quincuncá).

Antonio Pereira (Tutonho), próximo a foto de seus pais Leonardo e Dengosa.
(Foto: Blog de Quincuncá).


Tatão e sua esposa Antonia compareceram a exposição. (Foto: Blog de Quincuncá).

Dona Madalena e Dona Nêm. (Foto: Blog de Quincuncá).

Dona Rosi e Bê. (Foto: Blog de Quincuncá).

O sr. Jesus Militão também marcou presença ao evento. (Foto: Blog de Quincuncá).

Alunos e professores da E.E.I Macário Moreira. (Blog de Quincuncá).
Alunos da E.E.F Cosmo Alves Pereira. (Foto: Blog de Quincuncá).

    
 Os mais velhos e as futuras gerações.          Antº Gonçalves, irmão do Zé da Viola
 (Foto: Blog de Quincuncá)                             (Foto: Blog de Quincuncá).
                                           Água de pote de barro. (Fotos: Blog de Quincuncá).        

_________________________*************************_____________________


Obrigado a todos(a)!





Distrito de Quincuncá- Farias Brito-CE. 12 de Dezembro de 2017.



______________________*************************_______________________
.

18 de novembro de 2017

Capela de São José em Quincuncá recebe nova pintura externa


Antes e depois da nova pintura. Fotos: Blog de Quincuncá e Dilvany Silva.

     Foi concluída no dia de hoje (18/11), a pintura externa da Capela de São José, do distrito de Quincuncá, município de Farias Brito-CE, os trabalhos de preparo da superfície, e pintura com a nova textura iniciaram no último dia 30 de outubro. Todo o valor gasto na obra adveio do arrecadado na festa do padroeiro São José, realizada no mês de março do corrente ano. Sem dúvidas com essa nova pintura, a capela  localizada no centro de comunidade, ficou muito mais linda.
Veja em outros ângulos como ficou a capela após a pintura:  (Fotos: Dilvany Silva).

15 de novembro de 2017

Campanha da rede solidária envolve comunidade na comemoração do dia das crianças

A campanha "Doe brinquedos... ganhe sorrisos", presenteou cerca de 110 crianças. (Foto enviada por Naecia Sousa).


    A rede solidária de Quincuncá que tem por intuito desenvolver atividades voltadas a primeira infância, em acordo com os membros, realizaram com apoio da comunidade, a campanha "Doe brinquedos.. ganhe sorrisos" em comemoração ao "dia das crianças" celebrado no dia 12 de outubro. A ação desenvolvida pela rede solidária tinha como objetivo arrecadar brinquedos para crianças de 0 a 06 anos. O período de arrecadação foi de 1º de setembro à 08 de outubro de 2017, após esse período, as ações aconteceram na E.E.I Macário Moreira (Quincuncá), e Plácido Alves (Sítio Tabuleiro), totalizando em torno de 110 crianças atendidas pela campanha. A entrega dos presentes foi feita nos dias 11 e 16 de outubro de 2017, e foi realizada da seguinte maneira: depois das doações foi separado entre masculino e feminino, e logo em seguida entregou-se aleatoriamente os presentes,  recheado por contações de história e danças, sendo o sorriso no rosto de cada criança uma prova do quanto gostaram e curtiram esse momento.

ACOMPANHE NAS FOTOS A ENTREGA DOS PRESENTES:


Entrega de presentes na Escola Plácido Alves (Tabuleiro). Foto: Naecia Sousa

Contação de histórias... (Foto: Naecia Sousa).

(Foto Naecia Sousa).

As crianças ficaram entusiasmadas com os presentes. (Foto: Naecia Sousa).

Membros da rede solidária. (Foto: Naecia Sousa).

4 de novembro de 2017

Dia de Finados com movimentação intensa no cemitério de Quincuncá

As visitas aos túmulos no cemitério se intensificaram principalmente a noite (Foto: Blog de Quincuncá).

    Na última quinta feira, feriado de finados dia (02/11/2017), várias pessoas estiveram prestando suas homenagens aos seus entes queridos já falecidos no cemitério Padre Cícero em Quincuncá. O portão foi aberto logo bem cedo para receber as visitas principalmente das pessoas de localidades distantes, recebendo também visitas durante todo o dia de moradores da Serra do Quincuncá, que tem seus parentes e amigos sepultados no referido cemitério. Por meio de orações, flores e velas os fiéis manifestaram as saudades para com seus falecidos.
Por volta das 17:40h teve início a Santa Missa pelos Finados na Capela de São José.  (Foto: Blog de Quincuncá).
     Durante os últimos dias na Capela de São José, especialmente no dia 02 de finados, foram recolhidos nomes dos falecidos para serem lidos no início da Missa. Por volta das 15:30h da tarde foi recitado o terço pelas ministras Dedi e Maria de Lourdes, ao seu término teve início a leitura dos nomes dos fiéis defuntos, que totalizou a quantia de 1.134 (um mil e cento e trinta e quatro) falecidos, todas estas intenções foram gratuitas, assim como já vinha sendo feita nos últimos dois anos. 
A missa de finados foi celebrada pelo pároco Adalmiran Vasconcelos (Foto: Blog de Quincuncá).
     A celebração da Missa contou com a participação de muitos fiéis de Quincuncá, e de comunidades vizinhas. Após a Missa, foi realizada a 1ª procissão das almas que consistia na caminhada em oração, sob o claro das velas, e acompanhada dos coroinhas que portavam a cruz e as sinetas em direção ao cemitério. A idéia dessa procissão partiu do Blog de Quincuncá e logo foi abraçada pelos fiéis que dela participaram, foi feita em acordo com o padre Adalmiran, que prontamente acatou o pedido e pediu aos fiéis que rezasse a oração da Salve Rainha na intenção das almas do purgatório na chegada ao cemitério. Na chegada da procissão foi rezado a oração como sugerida pelo pároco, e posteriormente grande número de pessoas adentraram o cemitério para acender velas, rezar e prestar homenagens aos entes queridos falecidos.

Acompanhe nas fotos a seguir alguns registros desse dia de finados (02/11/2017):

Cemitério Pe. Cícero em Quincuncá. (Foto: Blog de Quincuncá).
Devido ao intenso calor da tarde, os fiéis que iam prestrar suas homenagens
 nesse horário se abrigaram na sombra do pé de jasmim. (Foto: B. de Quincuncá).

Orações... (Foto: Blog de Quincuncá).
Procissão das almas. (Foto: Blog de Quincuncá).
As visitas se intensificaram durante a noite. (Foto: Blog de Quincuncá).

27 de outubro de 2017

Felicitações a Tito pelo seu aniversário de 73 anos

 Dona Narcisa e seu esposo Manoel  (Tito. )Foto: Blog de Quincuncá
  Casal Francisca Narcisa & Manoel Mendes, ela nascida em Agosto de 1945, filha de Felipe Ferreira e Maria Gonçalves, ele nascido em Outubro de 1944, filho de Laudilino Mendes e Joana Silva. Residentes em Quincuncá, desde outubro de 1984, somando assim 33 anos de moradia fixa na comunidade.
  Neste dia  (27/10) parabenizamos a seu Tito pelos seus 73 anos de vida, felicitamos ao mesmo e toda a família muita saúde e felicidades!

25 de outubro de 2017

Felicitações a Darinha Rodrigues pelo seu aniversário de 74 anos

Darinha Rodrigues (Foto: Blog de Quincuncá).
   Parabenizamos nesse dia (25/10), a sra. Maria Darinha Rodrigues que completa 74 anos de vida. Filha do casal Antonio Rodrigues da Silva e Maria Brasilina de Jesus (Nêga), é viúva de Assis Honorio com quem teve 04 filhos: José Hilto, Valéria, Jai, e Iranir. Por a parte paterna, faz parte da tradicional família Rodrigues da Serra do Quincuncá, quem edificou a 1ª capela na comunidade.
  Darinha desde sua juventude ajudou nas atividades religiosas da capela de São José, na época coordenadas por sua tia Lindalva Rodrigues, posteriormente vindo a coordenar a referida capela na década de 1990, junto com Maria de Pedro, Deusimar Antero, e outras pessoas. 
   Felicitamos a Darinha e toda a família, muita saúde, paz e felicidades!
   

19 de outubro de 2017

Memórias sobre a família de Ladislau & Andrelina

Foto cedida pela neta Isaura Pereira.

    Ladislau Pereira da Silva, ou para os mais íntimos apelidado de "Lalau", era agricultor e proprietário de terras, seu nome é citado nas entrevistas no que diz respeito ao patrimônio para a construção da Barragem Enoch Rodrigues, isto é doou parte de sua terra para que ficasse submergida nas águas da barragem, a referida doação foi "feita de boca", por isso nenhum documento comprova a doação, já que naquela época a palavra tinha um grande valor, e substituía quaisquer outros documentos oficiais. Assim, tentaremos levantar dados e depoimentos a seu respeito, para isso nos valeremos do assento de seu óbito, e dos depoimentos colhidos. A fotografia acima é uma das poucas se não a única que se tem dele até então, e foi cedida por sua neta Isaura Pereira residente no estado de Santa Catarina.

Dados pessoais:
    Segundo consta no livro de registro de óbito, Ladislau nasceu em 27 de julho de 1881, era filho de Joaquim Bastos da Silva e Maria Gonçalves da Silva. Faleceu em 23 de outubro de 1963 aos 83 anos, completando assim nesse ano de 2017, 54 anos de seu falecimento, tendo seu nome homenageado como denominação de uma rua no distrito, em virtude de o mesmo ser um antigo morador e proprietário de terras nas imediações, onde localiza-se hoje a Barragem Enoch Rodrigues,  e a E.E.F Cosmo Alves Pereira.
     Ladislau casou-se com Andrelina Maria de Jesus, da qual infelizmente não se tem foto alguma, ela era filha de Joaquim Ferreira Vidal e Joana Maria de Jesus, nascida à 15 de agosto de 1885, e falecida em 22 de março de 1954 aos 68 anos. Do matrimônio com Ladislau Pereira provieram os seguintes filhos: José Pereira Silva, Teófila Pereira, Gertrudes, Raimundo, Bertoldo, Gertrudes Pereira, Nazário, Eulina, Astrogildo e Sinobrelina Pereira, desses filhos, o último a falecer foi a Sra. Eulina (Dona Lina) falecida aos 96 anos, no mês de agosto de 2016 (A mesma era nascida em 08 de setembro de 1920), restam agora muitos netos, bisnetos e tataranetos, descendentes deste tronco familiar.

Depoimento:
      O neto José Pereira da Silva, (Zé da Lina), 74 anos assim recorda quando o avô Ladislau falava da doação do patrimônio da Barragem " É eles que falavam, cansei de ver meu avô sentado na calçada de mãe [D.Lina], e falava que o patrimônio aqui da barragem era 10 (dez) tarefas, tinha sido ele que havia doado, o riacho passava aqui (Zé, aponta o local), daqui pra lá era de São José e daqui pra cá era terra dele, isso tudo era dele [Ladislau] essas terras era tudo do meu avô". (Entrevista concedida ao Blog de Quincuncá aos 23 de dezembro de 2015).
      Isaura Pereira Maia, 69 anos, filha de Nazário, e neta de Ladislau, relembra do avô, e de sua propriedade no Quincuncá. "A lembrança que eu tenho dele... pessoa, pessoa boa assim com todos os netos também né, muito boa, num tenho muito [lembrança] assim é de pequeninho". Ao ser indagada sobre a residência do avô, ela responde: "era naquelas casas mais perto do grupo ali, que inclusive tem a casa de meu pai, que é aquela do lado que tinha a casa de Aristóteles, de meu pai e da família quase toda ali, e a do meu avô era uma casinha mais velha que foi demolida pra fazer aquelas aí né onde ele morava". Sobre as propriedades, Isaura conta: "Sim, também, também que uma parte daquela era dele também né, aquela parte que pertence mais do grupo pra trás até onde Bertolo tinha casa ali também, é, ah tinha muita terra ali, era quase tudo aquilo ali".(Entrevista concedida ao Blog de Quincuncá em 14 de junho de 2017).
_____________________________________________
FONTES DOCUMENTAIS
Cartório Moreira – 1º Ofício – F. Brito-Ce
*Óbito de Ladislau Pereira: (C-04, folha 44); 
*Obito de Andrelina Maria (C-02, folha 41,42);

FONTES ORAIS
*José Pereira da Silva, (Zé da Lina), agricultor aposentado, realizada em  23 de dezembro de 2015;
*Isaura Pereira Maia, realizada em 14 de junho de 2017.

16 de outubro de 2017

I Encontro da Família Pereira e Silva aconteceu em Crato-CE

I Encontro da Família Pereira e Silva.  
       Aconteceu ontem (15/10), no Buffet Lagarta Pintada no bairro Lameiro em Crato-CE, regrado sob um clima de emoção e agradecimento, o I Encontro da Família Pereira e Silva, cujas raízes provém da Serra do Quincuncá em Farias Brito-CE. O evento reuniu em especial os familiares do casal Olegário Pereira da Silva (Vigário), e Maria Rita Pereira, e teve como intuito reunir as pessoas idosas, apresentando a elas as gerações mais novas, para tenham o conhecimento das suas raízes, e da sua própria família.
     O evento foi organizado pela família num grupo de whatsapp, em cerca de 15 dias, numa iniciativa tomada pelas netas de Olegário e Rita, Francisca (Nêm), Lúcia e Rejane Pereira, estas em conjunto com a família, decidiram os preparativos para o bom êxito da festa, e quem ficaria incumbido por quais responsabilidades.
      A escolha da data (15/10), deu-se  porque nesse dia, era aniversário da sra. Maria Iraci Pereira da Silva, que completou 89 anos, por isso seus filhos(a), e demais parentes não poderiam deixar de celebrar essa data tão especial, é válido lembrar ainda que Dona Iraci pensava até então que seria somente o encontro da família, mas na verdade foi uma surpresa, onde também foi comemorado seu natalício.
      Por volta do meio dia (12:00h), começaram a chegar os familiares, logo no início Padre Adalmiran, vigário de Farias Brito, procedeu uma bênção à família, e ressaltou a importância dela na construção da sociedade, adiante, Dr. Marcos Moreira agradeceu a todos os presentes, fez um elogio a família e parabenizou a mãe pelo aniversário. Em seguida  foi cantado os parabéns a aniversariante Iraci Pereira.
O 1° Encontro da família Pereira e Silva, reuniu familiares do casal de agricultores Olegário Pereira da Silva e Maria Rita Pereira, cuja foto estava estampada nas camisetas. (Foto cedida pela família).
     O encontro reuniu cerca de 80 pessoas entre filhos, netos, bisnetos, tataranetos, e outros parentes do casal de agricultores Olegário e Rita, sendo que 65 deles portavam a foto dos cônjuges em suas camisetas,  que ao todo tiveram 13 filhos: Arão, Luiz, Chicão, Marcolino, José Pereira (Zeca),  Gerson, Neuda, Antão Neto, dos quais restam apenas cinco vivos: Iraci, Chiquim, Ivonete, Naide e Iva, esta infelizmente por motivos maiores não pode comparecer, no entanto registrou-se a presença de boa parte dos outros familiares e descendentes, em grande maioria composta por netos do referido casal.
     A festa foi acompanhada pelo tradicional forró pé de serra, onde mais tarde foi servido o almoço. Sob esse clima de emoção, Cildinha Pereira presentou a tia Iraci, com um quadro (tipo galeria) com a fotografia do seu pai Arão, seguida por todos os tios(a), e os seus avós, e disse que devemos honrar nossos antepassados. Além do forró, outros estilos musicais animaram a festa que durou até por volta de 20:00h, ao som do zabumba, triângulo e sanfona, alguns integrantes da família improvisaram e cantaram sucessos nacionais imortalizados na voz de Zeca Baleiro, Nelson Gonçalves, etc.
     Participaram dessa festa, gente de toda parte, como Chiquim (Filho de Olegário e Rita), que veio de Cuiabá, o bisneto Rafael Moreira de Fortaleza, além de muitas pessoas da Serra do Quincuncá, Crato e Juazeiro do Norte, etc. A expectativa da família, é de ano que vem (2018) seja realizado em maior número, o II encontro da família Pereira e Silva, e assim por diante.
     Particularmente, agradeço a família pela confiança em me convidar para registrar esse evento que reuniu integrantes da família Pereira e Silva, uma das tradicionais proles da Serra do Quincuncá - Farias Brito-CE.
Acompanhe algumas fotografias desse momento histórico para a família:
Vanilde Oliveira, Maria Iraci e Lúcia Pereira. (Foto: Blog de Quincuncá).
Pe. Adalmiram, e os filhos de D. Iraci: Ana Claúdia, Marcos e Francisca.
(Foto Blog de Quincuncá).
Familiares do casal  Olegário Pereira e Maria Rita. (Foto: Blog de Quincuncá).
Pe. Adalmiram, procedeu uma benção a família. (Foto: Blog de Quincuncá).
Maria Iraci comemorou seu natalício de 89 anos.  (Foto Blog de Quincuncá).
Dos 05 filhos vivos de Olegário e Rita, 04 se fizeram presente. Da esq. para a
direita: Iraci, Chiquim, Ivonete, e Naide.  (Foto: Blog de Quincuncá).
Parte da Família Pereira e Silva.(Foto: Blog de Quincuncá).

Quadro -Galeria, com a foto do casal Olegário e Rita, acompanhado dos filhos(a)
Presente de Cildinha Pereira, a tia Iraci.  (Foto: Blog de Quincuncá).
O forró, e vários estilos musicais animaram o Encontro da Família Pereira e Silva
(Foto: Blog de Quincuncá).

Almoço em Família. (Foto: Blog de Quincuncá).

Filhos, netas e bisneta de Olegário e Rita. (Foto: Blog de Quincuncá).

Marcos Moreira, com seus filhos  (Foto: Blog de Quincuncá).
Descendentes do casal Olegário e Rita.  (Foto: Blog de Quincuncá).

Netos (a) de Iraci Pereira, acompanhados da avó.
(Foto: Blog de Quincuncá).