26 de janeiro de 2019

Em memória de Rosa Mendes da Silva - Sítio Tabuleiro

Lembrança de falecimento, pertencente ao meu Acervo pessoal. 

Óbitos de Araticum, atual Quincuncá, em 1918.

Print de um documento de óbito  microfilmado, (caderno de óbito 13, p,04) - Paróquia de Assaré-CE.
   Nos tempos de outrora, a Igreja Católica detinha o monopólio nos mais variados sentidos do cotidiano, um deles o monopólio civil, que implicava para que a Igreja realizasse os registros de nascimento (batismo), casamentos e óbitos.
      No que concerne a Serra do Quincuncá, a Paróquia de Assaré-CE, era a encarregada de fazer tais registros, desta maneira como forma de compartilhar as informações contidas nesses antigos livros, abaixo disponibilizo um apanhado geral dos livros de óbitos do ano de 1918. Todos estes registros foram feitos pelo Pároco Emílio Leite Alvares Cabral e correspondem a pessoas que foram sepultadas no Cemitério de Araticum (atual Quincuncá), hoje denominado Cemitério Pe. Cícero. O uso do símbolo (+) representa  a data de falecimento. Para a pesquisa de algum nome em específico, utilize as teclas Ctrl + f para facilitar sua busca. Nas próximas semanas, continuarei a publicar sobre os anos seguintes.

*Livro microfilmado da Paróquia de Assaré-CE - Caderno de óbito 10, Quixará, 1907, Maio a Junho de 1918 - DHPG - Diocese do Crato. 

*TERTULIANO RODRIGUES DA SILVA- + 20 de maio de 1918, foi sepultado no Cemitério de Araticum desta freguesia, (p,43 verso, n° ordem 280); 

*MANUEL CAMOCIM DA SILVA- + 11 de março de 1918, casado, morador em Cajazeiras da Serra, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p, 44 verso, n° ordem 287); Livro de óbito 10, Quixará 1907, Maio a Junho 1918.

ANTONIA LUIZA DA CONCEIÇÃO- + 01 de março de 1918, casada com Francisco Lima Pereira, foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p,44 verso, n° ordem 288); 

*JOÃO- + 17 de maio de 1918, faleceu o menor João, filho de Manoel de tal e Maria de Tal, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p. 44 verso, n° ordem 289); 

*ANTONIA PEREIRA DE MORAES-+ 21 de junho de 1918, casada com Alexandre Vieira de Souza, foi sepultado no Cemitério da povoação de São José de Araticum, (pgs, 44/45, n° ordem 290); 

*ANTONIA ADRIANA DA SILVA- + 22 de junho de 1918, filha de Antonio Matheus da Silva, foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p,45, n° ordem 291);

Livro microfilmado da Paróquia de Assaré-CE - Caderno de óbito 13, 1918, Fevereiro a 1928 setembro - DHPG - Diocese de Crato.

*MARIA - +17 de outubro de 1918, vítima de asma, moradora em Tabuleiro, foi casada com Pedro Tristão, e foi sepultada no Cemitério de Araticum, desta freguesia de Assaré, da Diocese do Crato no Ceará. (P,04, n° ordem 13);

*JOAQUIM - +18 de outubro de 1918, de morte repentina, com sessenta e quatro anos de idade, foi casado com Maria Joanna e foi sepultado no Cemitério de Araticum. (p.04, n° ordem 14);

*JOSEPHA- + 25 de outubro de 1918 , com onze anos de idade, moradora em Sobrado desta freguesia, filha de Francisco Joaquim de Oliveira e Candida Maria da Conceição, e foi sepultada no Cemitério de Araticum. (P.04, n° ordem 15);

*MARIA- + 26 de novembro de 1918, faleceu vítima de parto, Maria, moradora em Jiboia desta freguesia, foi casada com Raimundo Pereira da Silva, e foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p. 04 (verso), n° ordem 16);

*MANUEL - + 26 de novembro de 1918, faleceu com oito dias de vida, morador em Recanto desta freguesia de Assaré, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p.04 (verso), n° ordem 17);

*ANTONIO - + 25 de novembro de 1918, faleceu com sessenta anos de idade, sendo sepultado no mesmo dia no Cemitério de Araticum, (p. 04 (verso), n° ordem 18);

*MARIA - + 25 de novembro de 1918, faleceu com sete anos de idade, filha de Agostinho Ferreira e Josepha Maria da Conceição, foi sepultada no mesmo dia no Cemitério de Araticum, (p.05, n° ordem 19);

*ALVINA - + 20 de dezembro de 1918, faleceu vítima de febre com vinte e dois anos de idade, filha de Thomais Alves da Silva e Maria da Conceição, moradores em Areias, foi sepultada no mesmo dia no Cemitério de Araticum. (p.05, n° ordem 20);

*PEDRO - + 10 de novembro de 1918, Pedro era filho legítimo de Antonio Fernandes de Oliveira, e morador em Recanto desta freguesia de Assaré, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p.05, n° ordem 21);

*CÍCERO- + 30 de novembro de 1918, com dez anos de idade, filho legítimo de Antonio Ferreira de Souza e Anna Maria da Conceição, moradores em Lagoa Seca desta freguesia, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p,05 (verso), n° ordem 22);

*JOSÉ- + 01 de dezembro de 1918, faleceu o menor José, vitima de febre, filho legitimo de Virgino e Maria Cota, moradores em Gravatá desta freguesia, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p,05, n° ordem 23);

*JOSÉ- +10 de dezembro de 1918, faleceu José, casado com Maria Joanna de Jesus, morador em Lagoa Seca, desta freguesia, sendo sepultado no mesmo dia no Cemitério de Araticum, (p,05, n° ordem 24);

MANUEL- + 17 de dezembro de 1918, faleceu com dezesseis dias Manuel, filho de Paulino da Costa e Maria Antonia de Jesus, moradores em Araticum desta freguesia, foi sepultado no Cemitério local, (p,06, n° ordem 25);

ELVIRA- +30 de dezembro de 1918, faleceu com idade de um ano e sete meses, filha de Antonio Loares e Maria da Conceição, moradores em Várzea desta freguesia, e foi sepultada no mesmo dia no Cemitério de Araticum, (p,06, n° ordem 26);

*ANTONIO - + 28 de dezembro de 1918, com idade de sete e sete dias, Antonio, filho legitimo de Joaquim José dos Santos e Luiza Vicença da Conceição, (p.06 verso,  n° ordem 27);

*ANTONIO- + 31 de dezembro de 1918, faleceu Antonio, em Umburanas desta freguesia, e foi casado com Candida Maria de Jesus, foi sepultado no dia 01 de janeiro de 2019 no Cemitério de Araticum, (p,06  verso, n° ordem 28);

*BELARMINO- + 17 de dezembro de 1918, com idade de sete meses, o menor Belarmino, filho de Joaquim Henrique e Raimunda Gonçalves de Jesus, moradores em Umburanas desta freguesia, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p, 06 verso, n° ordem 29);

MARIA- +17 de dezembro de 1918, faleceu vítima de febre, com treze anos de idade Maria, filha de Raimunda da Silva, moradora em São Gonçalo desta freguesia, foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p. 06 verso, n° ordem 30);

*MARIA- + 15 de dezembro de 1918, faleceu Maria, casada com José Roriz da Silva, moradora em Palmeira desta freguesia, foi sepultado no mesmo dia no Cemitério de Araticum, (p,07, n° ordem 31);

*MARIA- +14 de dezembro de 1918, faleceu com quarenta e seis anos de idade, vítima de febre, e viúva de Tertuliano Rodrigues Alves, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p,07, nº ordem 32);

*JOÃO- + 10 de dezembro de 1918, faleceu João com cinco dias, filho legitimo de Livino José Francisco e Victoria Maria da Conceição, moradores nesta freguesia (Sítio Fazenda), foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p.12, n° ordem 55);

* ANNA MARIA DA CONCEIÇÃO- +  11 de dezembro de 1918, faleceu Anna, com vinte e oito anos, moradora nesta freguesia, casada.  (p,12, n° ordem 56);

*JACINTA MARIA DAS VIRGENS- + 12 de dezembro de 1918, com sessenta e oito anos, moradora em Gangorra desta freguesia, foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p,12 verso, n° ordem 57);

*MANUEL- + 14 de dezembro de 1918, faleceu Manuel com um dia de vida, filho de Bernardino da Silva e Thereza Maria de Jesus, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p,12 verso, n° ordem 58);

*JOSÉ FERREIRA DE LIMA- + 14 de dezembro de 1918, faleceu vítima de febre, José, morador em Bom Jesus desta freguesia, casado com Antonia Maria Vieira, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p, 12 verso, n° ordem 59);

*LUIZA MARIA DE JESUS- + 16 de dezembro de 1918, moradora em Amaro desta freguesia, filha de Marcos Ferreira Lima e Rita Maria de Jesus, foi sepultada no Cemitério de Araticum, (p.12/13 n° ordem 60);

*APSIGIO- + 17 de dezembro de 1918, faleceu com seis meses, filho de Victoriano Mendes e Cícera, moradores em São Gonçalo, foi sepultado no Cemitério de Araticum, (p, 13, nº ordem 61).

TOTAL DE ÓBITOS REGISTRADOS: 33 (trinta e três).  - Pesquisa realizada no dia 26 de janeiro de 2019, pelo historiador Francisco Guilherme R. Pereira. 


Reservo-me no direito de ter havido algum erro de interpretação quanto a ortografia da época. Desde já, obrigado pela compreensão!

Júlia Francisca da Conceição - In Memoriam

Dona Júlia, em foto enviada pelo neto Edivânio

  Júlia Francisca da Conceição, nasceu em 25 de maio de 1913, e faleceu em 23 de outubro de 2000. 
  Era casada Abel Dias Pinheiro (Abel Malaquias), com quem teve seis filhos: Belarmino, Maria Júlia, Francisquinha, José (o qual a família não tem notícias), e Antônio e Antônia já falecidos. 
   Por décadas, residiu com sua família na antiga rua da Asa Branca, hoje denominada de São Francisco, em Quincuncá. E no ano 1970, mudou-se para a rua do Cruzeiro, n° 140 em Farias Brito. Saudades, Dona Júlia! 😥

25 de janeiro de 2019

Homenagem póstuma a Dona Estevâm

Dona Estevâm, em foto cedida pelo filho João.
     Das memórias do Quincuncá. Alda Gonçalves da Silva, apelidada de Dona Estevâm. 
   Nascida em Quincuncá, em 16 de dezembro de 1911,filha de Ananias Pereira de Souza e Antônia Gonçalves da Silva, Estevâm era irmã de Antônio Moreira, Tida, e etc. 
   Era casada com Joaquim Joca, com quem teve vários filhos, dentre eles, o sr. João de Neura. Dona Estevâm faleceu na década de 1980. Saudades!


24 de janeiro de 2019

Em memória do casal Seu Totoin e Dona Antônia

Seu Totoin e Dona Antônia. (Foto cedida pela filha Maria do Socorro).

      Antônio Dias da Silva (Totoin) & Antônia Maria de Jesus. O casal teve um total de dezoito (18) filhos, dos quais catorze (14) deles se criaram em meio a muitos sacrifícios, são seus nomes: Dirso (falecido), Dédo (falecido), Euzébio (falecido), João (Dão), José Wilson (Milton), Margarida (Guida) Maria, Inácia, Bezerra, Sales, Lia, Mazé, Cocó e Hugo. Um casal que foi muito querido em Quincuncá. Saudades!

23 de janeiro de 2019

Em memória de Gerson Pereira

Lembrança de falecimento, cedida por Natalício e Diva. 
    Francisco Pereira da Silva, apelidado de Gerson, nasceu em 1931, filho de Olegário Pereira e Silva (Vigário) e Maria Rita Pereira. Era casado com Terezinha Pereira da Silva, com quem formou uma família composta por doze filhos, dos quais nove se criaram: Francisco (Neném), Eliane, Edinho, Edna, Antônio, Maria Socorro, Rita, Cícero e Salizam. Gerson faleceu aos 64 anos, em 27 de dezembro de 1995.

22 de janeiro de 2019

Homenagem póstuma a Orlando Dias de Santana

Lembrança de falecimento, cedida por Natalício e Diva.
    Orlando Dias de Santana, nasceu 01 de maio de 1959, era filho de José Dias de Santana (In Memoriam) e Antonia Dias da Silva (Tontonha). Faleceu em 14 de novembro de 1993. Saudades dos familiares e amigos! 😢

21 de janeiro de 2019

Francisca Alves de Sousa - In Memoriam

Dona Chiquinha. (Foto cedida pelo filho Nelzim).
 Francisca Alves de Sousa (Dona Chiquinha), nasceu no Sítio Caçimbas, em Cariús, no dia 03 de dezembro de 1912, filha de Francisco Alves Cardoso e Alexandrina Clarinda de Sousa (mãe Dudu). 
   Em dezembro de 1934, casou-se com José Alves Cardoso, com quem teve sete filhos: Nelzim, Milton (falecido), Moso, Raimunda, Mosa, Teresinha e Fransquinha (falecida), nessa época residiu no Sítio Barreiro das Flores, também pertencente a Cariús. 
   Já na velhice, ela ficou sob os cuidados dos seus filhos, permanecendo mais tempo com seu filho Nelzim, residente na rua José Alves Costa, em Quincuncá.  
    Dona Chiquinha faleceu aos 85 anos, no dia 06 de novembro de 1998, sendo sepultada no Cemitério Pe. Cícero. Saudades dos familiares e amigos! 

16 de janeiro de 2019

Luto em Farias Brito: Faleceu o Vereador Feitosa

Vereador Feitosa. (Foto: reprodução material de campanha)
  É com tristeza que informamos o falecimento do sr. Francisco de Assis Sousa, apelidado de Feitosa, ocorrido na manhã de hoje (16/01) no Hospital Regional do Cariri. 
 Nascido no dia 01 de dezembro de 1948, contando assim com 70 anos, Feitosa ocupava uma cadeira na câmara municipal de Farias Brito, estando no seu 5° mandato. 
  Em 2016, na última eleição municipal, havia sido eleito com 703 votos pelo partido PDT. Um homem simples e dedicado para com os municípes! Era ele também, o avô do vocalista Jonas Esticado da Banda de mesmo nome. 
Esse é o segundo falecimento de um vereador em menos de um ano, em Farias Brito. A última aconteceu em junho de 2018, quando na ocasião faleceu em consequência de um infarto, o sr. Deir da Serra.
Nossos sentimentos de pesar a toda a sua família!
    As 14:30 de hoje, o corpo do vereador será conduzido a Câmara Municipal para as homenagens; As 18:00 será celebrada Missa em sufrágio de sua alma na Igreja Matriz de Farias Brito; A noite o corpo será levado para a residência do mesmo em Crato, e amanhã  (17/01) será sepultado no Cemitério Parque das Flores, em Juazeiro do Norte. Desde já, seus familiares agradecem a todos que se fizerem presentes. 

15 de janeiro de 2019

Em memória de Antonia Neura de Sousa

Lembrança de falecimento, cedida por Natalício e Diva. 
   Antonia Neura de Sousa, nasceu em março de 1949 e faleceu em 16 de novembro de 2011. Era casada com João de Estevâm, com quem constituiu família. Saudades! 😢

13 de janeiro de 2019

Distrito de Quincuncá, em Farias Brito é destaque no #Partiu da Tv Verdes Mares

Assista ao vídeo pelo Youtube ou pelo Gshow.globo

    Ontem, 12 de janeiro de 2019, a Serra do Quincuncá no município de Farias Brito, Sul do Ceará foi destaque no Programa #Partiu da Tv Verdes Mares, afiliada da Rede Globo no Ceará. O 2º bloco do programa contemplou a exibição de imagens do distrito de Quincuncá, na ocasião, eu, Francisco Guilherme, autor do Blog de Quincuncá-CE contei um pouco acerca da história local. Por conseguinte, foi apresentado o trabalho de artesanato feito por Didi, seguido do Balneário Sol Nascente localizado no Sítio Tabuleiro, e pra encerrar, o Pontal do Padre Cícero. 😍
    É válido lembrar, que os direitos autorais dessas imagens pertencem a TV Verdes Mares. A publicação desta reportagem, se justifica pelo fato de muitas pessoas não terem acompanhado o programa, e também como forma de enaltecer o nosso torrão amado!

10 de janeiro de 2019

Felicitações a Dedi pela passagem dos seus 75 anos.

Dona Dedi. (Foto: Blog de Quincuncá).

   Parabenizamos hoje (10/01), a sra. Raimunda Timóteo Leite, apelidada de Dedi, que completa 75 anos de vida.

   Nascida em Quincuncá, em 1944, filha de João da Costa Dias e Maria Lilia Timóteo, Dedi é merecedora de homenagens, em virtude dos serviços prestados à comunidade: Foi professora particular no Sítio Fazenda, auxiliar de serviços gerais na E.E.F Cosmo Alves Pereira, catequista de 2001 a 2011 (10 anos), e a fundação da Associação das Mulheres de Quincuncá, também contou com sua participação. Atualmente, é ministra da Eucarístia, cargo que assume desde 2013. 
   Casada com Antº Pereira Leite (Tutonho), teve 07 filhos: Egildo, Eugênia, Elízio, Edézio, Erika, Edlla e Cícera. 
    As nossas mais sínceras felicitações de paz, saúde e felicidade em sua vida! Esses são os votos do Blog de Quincuncá, de sua família, e de todos os moradores da comunidade. 🎉🎂👏

8 de janeiro de 2019

Homenagem póstuma a Seu Tonho

Lembrança de falecimento, cedida por D. Marina
     Antonio Fernandes Sobrinho (Seu Tonho), nasceu em 1964, sendo filho de Dona Aureni (In Memoriam) e Seu Chico Teatonho. Faleceu em 06 de setembro de 2005, num acidente na descida da ladeira da Serra do Quincuncá, onde na ocasião várias pessoas ficaram feridas. Saudades dos familiares.

6 de janeiro de 2019

Nota de pesar pelo falecimento de Dona Zulmira Pereira

Dona Zulmira. (Foto: Blog de Quincuncá).

   Comunicamos com pesar que faleceu a sra. Zulmira Pereira da Silva, esta era a esposa de Ducanezim e moradora na rua Ladislau Pereira (rua do grupo).
    A família consternada com seu falecimento, informa que a Missa de corpo presente, será as 14:00h de hoje (06/01), em sua residência, e as 17:00h será realizado o sepultamento no Cemitério de Nova Betânia. Desde já, a família agradece aos que se fizerem presentes. 

O Blog de Quincuncá manifesta em nome da comunidade, os sentimentos de pesar pela perca de Dona Zulmira.😢

3 de janeiro de 2019

A história do Cartório de Registro Civil de Quincuncá.

1° OFICIAL HERCULANO PEREIRA
      A criação do Cartório de Registro civil de Quincuncá, deu-se em 03 de outubro de 1940, através do juiz municipal, Francisco Augusto de Oliveira, que instituiu a abertura do livro cartorial. O primeiro registro data de 24 de outubro de 1940,  como sendo o de Irene Moreira da Silva, nascida em 01 de abril de 1935, filha de Antonio Moreira da Silva e Madalena Rodrigues.
     O primeiro oficial da serventia, foi Herculano Pereira e Silva, este tomou posse quanto da sua criação em 1940 e permaneceu até 1942. Dentre as testemunhas que se destacam nos registros por ele feitos, são: Leonardo Pereira e Silva e Israel Gonçalves de Morais. 
      Herculano, era filho do comerciante, Celso Pereira da Silva e da doméstica Gertrudes Gonçalves da Conceição, sendo irmão do vereador Leonardo Pereira e Silva e de mais nove irmãos ao todo. Assim como seu pai que era comerciante, Herculano foi proprietário de duas lojas, onde vendia gêneros alimentícios e produtos de primeira necessidade, além de ser ainda dono de um alambique.
    Era casado com a costureira, Maria Francisca de Holanda (Dona Cotinha), com quem constituiu numerosa família, dentre os filhos estão: Gilberto, Padre Adalberto, professor Anilberto, dentre outros. Herculano faleceu, em 17 de março de 1985.
2ª OFICIAL: MARIA NELI RIBEIRO.

      Após a saída de Herculano Pereira, do cargo de oficial do cartório, em outubro de 1942 assumiu o posto como a 2ª oficial, a sra. Maria Neli Ribeiro.

    Nascida no dia 04 de abril de 1926, filha do comerciante Israel Pereira de Morais, ou Israel Gonçalves de Morais, ou ainda Israel Gonçalves da Silva (que também exerceu o cargo de subdelegado de Quincuncá), e da costureira Criselides Ribeiro, sendo irmã de Geraldo e Eimar Ribeiro.
     Na época em que ficou sob responsabilidade do cartório, Neli era das poucas que detinha conhecimento do portugues, chegando ainda a atuar como professora. 
   Desempenhou esse serviço até maio de 1959, quando assume Maria Lindalva Rodrigues. Dentre as testemunhas mais citadas no período de sua atuação, se destaca seu pai Israel e a mãe Criselides. 
Faleceu em Crato, em 07 de setembro de 2003, aos 77 anos. 

     
3ª OFICIAL: MARIA LINDALVA 
   
   Em junho de 1959, assume como sendo a 3ª oficial, a sra. Maria Lindalva Rodrigues. 
  Filha dos agricultores, Raimundo Rodrigues da Silva e Maria Rodrigues da Silva, tinha como irmãos: Josafá, Antônio, Marcelino, Aluízio, Maria Nilza, Antonia, além de Manuel e Agostinho, que faleceram antes de completar um ano de vida. 
   Sendo membra da Pia União das Filhas de Maria, Lindalva se destacou pelos serviços de voluntariado prestados à Igreja de São José da comunidade. Entre as décadas de 1950 a 1960, desempenhou o papel de professora, sem deixar de exercer o trabalho como agricultora. 
   Lindalva, permaneceu na função de oficial por mais de 30 anos, durante esse período, as testemunhas mais mencionadas, são suas irmãs; Maria Nilza Rodrigues e Antonia Rodrigues. 
    No dia 21 de março de 1992, é realizado a entrega dos livros ao Cartório Moreira 1º Ofício, ficando assim prepostos, ou seja, cabe ao oficial desta serventia, o sr. Dagoberto Moreira de Figueirêdo, responder pelo acervo que lhe foi confiado.
    Desde essa entrega, Quincuncá infelizmente não dispõe mais em seu território de um cartório de registro civil, na atualidade quando alguém necessita resolver documentação, é necessário se deslocar até a sede do município de Farias Brito.

1 de janeiro de 2019

Feliz Ano Novo!

Fotografia tirada da torre da Capela de São José, em Quincuncá. (Foto: Blog de Quincuncá).