3 de junho de 2015

Biografia de José Gonçalves de Alencar

José Gonçalves de Alencar      
     José Gonçalves de Alencar mas conhecido popularmente como Zé Gonçalves ou Zé da Viola, nasceu no Sítio Cachoeirinha, município de Assaré no dia 19 de março de 1931, filho de Joaquim Gonçalves de Alencar e Francelina Maria da Conceição (Dona França), juntamente com seus irmãos(a): Inácia, Nerci, Antônio, Chaquinha, Casou-se a 1° vez com Maria Assis, ficando viúvo muito jovem, em seguida casou-se pela 2° com sua prima Celestina, com quem constituiu família, seus filhos são Antônio (Tôin),Letice e Alexandre que morreu ainda criança, deste  2° matrimônio separaram-se e então José Gonçalves casou-se a 3° vez com Noemi.


Residência do Ilustre Zé da Viola
    Sua vida foi dedicada a poesia, não para fins econômicos mas para engrandecimento da cultura popular, por isso participou da Associação dos Violeiros, poetas populares e Folcloristas do Cariri, viveu sempre na Vila do Barreiro do Jorge e nas suas redondezas, viajou muito porém nunca deixou seu torrão, viveu da agricultura, do suor do seu rosto, emocionou muita gente com sua voz e viola, sendo respeitado diante do que fez, integrante de uma família pobre, mas com princípios e carácter sempre foi atendido diante do que falava, tanto pelos seus irmãos, como também pelos sobrinhos que lhe tinha grande admiração.
     Participou durante toda a sua vida de muitas comemorações, cantorias e festival de violeiros na cidade de Farias Brito, cantou com muitos outros artistas do meio.

Antônio Rosendo e José Gonçalves

Silvio Granjeiro e José Gonçalves




Premiação Festival Violeiros


Capelinha feita pedido de Zé Gonçalves
      Sua vida foi de alto e baixos como a de todos, mas sempre resolveu os problemas e fez o que gostava: cantar. No dia 04 de outubro de 2004 aos 73 anos faleceu, mas deixou uma história de vida, uma legião de amigos, muitos ensinamentos e principalmente eternas saudades.
  Sua importância  é vista pelo município, pois depois que morreu recebeu uma praça em sua homenagem. No centro cultural do município você encontra documentários dos filhos ilustre de Farias Brito, inclusive o do poeta José Gonçalves. E no terreno em frente a residência de José Gonçalves foi construída uma capelinha como era da vontade dele.


   

Acompanhe alguns vídeos do poeta e violeiro Zé da Viola:






Veja ainda uma poesia feita por o mesmo no Bar de Geraldo Marinho em 1973:

Eu nasci no sitio trapá , 
trabalho desde novo desde menino
sempre fui morador de Pedro lino 
o qual tenho muita consideração 
trabalhei na faca ,na foiçe e no facão
construí uma casinha de sapé
era muito fregues de seu BIÉ
mais vivia sempre aperriado
foi no cabo da foiçe e do machado
que passei pela vida sem dá fé..


RECURSOS UTILIZADOS:
TEXTO, VÍDEO ARQUIVOS FOTOGRÁFICOS CEDIDO PELA FAMÍLIA E AMIGOS.
POESIA ENVIDA POR JOSÉ DANUBIO BEZERRA PRIMO.

Um comentário: